Tudo sobre Selton Mello: ator, dublador e diretor

Selton Mello

Selton Mello é bastante conhecido por seus diversos prêmios, além de seus papéis em filmes, novelas e peças. Hoje falaremos um pouco sobre a sua história, mostrando ainda mais quem é o ator. 

História de Selton Mello 

Nascido no dia 30 de dezembro de 1972, em Passos, Selton Figueiredo Mello é dublador, ator, produtor e diretor Brasileiro. Sua história teve início quando mudou-se para São Paulo ainda quando criança com sua família. Ficou lá por um tempo, mas mudou-se para o Rio de Janeiro devido a sua carreira de ator. 

Assim, em 1981 aconteceu o seu primeiro trabalho na televisão, ainda aos 8 anos, na série “Dona Santa”. Ele interpretava Sidney, um dos personagens centrais, sendo transmitido na Rede Bandeirantes.

Em seguida, interpretou Raimundo em “Braço de Ferro” em 1983, na mesma emissora, e um ano depois se transferiu para a Rede Globo, participando do elenco da novela “Corpo a Corpo”. Participou da primeira fase de “Sinhá Moça”.

Mas afastou-se da televisão por cerca de 6 anos, focando agora na carreira de dublador e no cinema. Com isso, teve sua dublagem em diversas obras, como: 

  • Clube dos Cinco 
  • Indiana Jones e a Última Cruzada 
  • Loucademia de Polícia 
  • Os Goonies 
  • Karate Kid Parte II – Parte III 
  • A Nova Onda do Imperador 
  • Irmão Urso 
  • Uma História de Amor e Fúria 

Mais sucessos de Selton Melo

Sua estreia no cinema foi em 1990, através do filme “Uma Escola Atrapalhada” e em 1992 voltou a fazer novelas, interpretando Bruno, em “Pedra Sobre Pedra”.

Participou do elenco de “Olho no Olho” em 1993 e em 1994 interpretou Vitor Velasquez em “Tropicaliente”. Depois disso, fez parte de outras obras, como “A Próxima Vítima” e “Força do Desejo”. Além disso, fez o personagem Chicó em “O Auto da Compadecida”, fazendo um dos papeis que mais gerou reconhecimento.  

Participou como protagonista em “A Invenção do Brasil” em 2000, que foi feita em comemoração aos 500 anos do país. Fez um bom trabalho ao lado de Diogo Álvares Corrêa.

No próximo ano, em 2001, protagonizou a minissérie “Os Maias” e também como protagonista em “Lavoura Arcaica”. Fez parte do elenco da terceira temporada do seriado “Os Normais” em 2003, além de protagonizar o longa-metragem “Lisbela e o Prisioneiro”. 

Foi um dos protagonistas da série “Os Aspones” em 2004, fazendo papel de Tales. Ainda no mesmo ano, apresentou “Tarja Preta”, programa exibido no Canal Brasil, onde entrevistava diversos profissionais do cinema.  

Daí para frente fez parte de outras obras importantes, aumentando ainda mais a sua fama gigantesca e mostrando para todos o seu nome. Nesse meio tempo, ganhou tantos prêmios que sequer sabe em qual lugar guardar. 

Interpretou o protagonista Troy Somerset em “Reis e Ratos, no ano de 2012, além de viver Caio, na série “Sessão de Terapia”. 

Além disso, participou do filme “Trash – A Esperança Vem do Lixo” como Frederico em 2014. Seguiu sua carreira brilhante, ainda integrando outros papéis, e atualmente, está com uma previsão de voltar a atuar na novela “Nos Tempos do Imperador”, que voltará aparentemente em 2021, pois foi adiada devido a Pandemia de Covid-19. 

Vida pessoal

Selton Melo não casou ou teve filhos. Selton Mello mesmo diz que não se importa em ter relacionamentos ou ficar solteiro. Mesmo assim, teve alguns relacionamentos com Danielle Winitis, Andréa Leal e Luana Piovani.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here