GANHE R$20,00

No Programa Indica Waufen você ganha R$ 20,00 para cada cliente que indicar e comprar conosco, quanto mais indicações mais você ganha. Confira as regras do programa e comece a indicar já!

Categorias: Artigos

Quilate ou Kilate você sabe a diferença?

Oi, gente. Hoje vamos falar sobre um assunto muito importante para você que quer se sentir bela e poderosa sempre. Aquele metal precioso conhecido e desejado por todas as pessoas do mundo inteiro. É claro que você sabe qual é, né? Hoje é dia de ouro, bebê! E vamos saber tudo sobre a diferença entre quilate e Kilate!

Quilate ou Kilate? Descubra tudo sobre o universo do ouro

Desde que o ser humano passou a existir no universo o ouro é considerado um metal precioso. Sua brilhante cor e aspecto incrível fazem da pedra uma das principais relíquias responsáveis pelo luxo e pela admiração de muitos. Passam-se anos e gerações e ele continua sendo o queridinho de madames e poderosos empresários. O ouro se tornou objetivo de vida de muitas pessoas. O garimpo existe até hoje e muitos trabalhadores buscam nele a possibilidade de mudar de vida. Infelizmente, o que conseguem, na maior parte das vezes, são doenças provenientes do uso excessivo de mercúrio.

O ouro tem papel histórico. É sinônimo de status, de guerras e de dominação. Normalmente quem detém o ouro é o dono do poder. Isso desde que a humanidade passou a existir. Por isso este sonho do ouro é muito visível em diversas partes da história. Serra Pelada é apenas um dos vários exemplos que se pode encontrar. A corrida pelo ouro trouxe muitas desgraças, mas também muitas realizações. Depende de qual lado da corrida que a pessoa estava.

Pepita de ouro

No Brasil não foi diferente. Os índios já conheciam muito bem a pedra que rendeu a eles belos acessórios. Eles usavam o ouro como algo comum. O país tinha muito da famosa pedra, muito mesmo. Era a joia preferida dos povos tradicionais daqui. Porém, com a chegada dos portugueses, o ouro brasileiro foi todo embora para a Europa e nunca mais voltou.

E engana-se quem acha que Portugal que ficou com a pedra preciosa. Apesar de conseguir decorar algumas de suas diversas igrejas com o ouro brasileiro, a maior parte da joia foi parar na Inglaterra. Portugal devia muito dinheiro para o país britânico e conseguiu pagar sua dívida com praticamente todo o ouro brasileiro. Nós ficamos sem nosso ouro, Portugal roubou e também não utilizou. Nossas riquezas foram parar em um país que nunca chegou perto de nos colonizar. Triste, mas é a verdade.

Ainda hoje existem algumas minas de ouro pelo país que conseguem captar uma quantidade razoável da pedra. Mas nada comparado à época que o país não tinha sido invadido pelos europeus. Muitas mineradoras se enfiam em regiões pouco habitadas do país atrás do metal precioso. O problema é que muitas vezes o trabalho é quase escravo, ou chega a ser escravo. Além de que depois da exploração do ouro, a mineradora larga a cidade sem a sua riqueza, pobre e com trabalhadores na linha da pobreza.

[ux_product_categories number=”10″ parent=”0″ columns=”4″ title=”Semi Joias” ]

O Brasil perdeu boa parte das suas riquezas com o passar dos anos. Antes era o ouro, hoje a Amazônia. É preciso parar com todo o extrativismo não sustentável para que as futuras gerações tenham a oportunidade de viver em um país com pelo menos um pouco de riqueza ainda.

Antes de saber mais sobre o ouro é preciso entender a respeito toda essa situação que existe no país desde o descobrimento. Mas deixando o aspecto histórico de lado, a Waufen te mostra como é feita a medição do ouro. Qual é mais valioso, o que significa as classificações e onde achar a famosa pedra preciosa para comprar. São dicas essenciais para que você não seja enganada na hora de adquirir a sua peça. Preste atenção nos detalhes na hora de escolher os seus acessórios feitos com ouro. É preciso pensar com desconfiança e muita expertise. Muitos comerciantes e pessoas que trabalham com ouro

tentam passar a perna em clientes que sabem pouco sobre o produto.
Aliança de ouro – Bulgari

A primeira coisa a se saber é como definir a pureza do ouro. Se ele realmente é uma joia, semijoia ou até mesmo bijuteria.
O que é kilate?

A primeira lição é aprender a diferenciar quilates de kilates. Os quilates são unidades padrão de peso de pedras. Esse tipo de medida era utilizado muito antigamente, pois não havia balança, nem qualquer outro instrumento de precisão. Então a pesagem era feita por comparação. Assim, criaram as quantidades de quilates. Uma forma de padronizar o tamanho de uma pedra específica. O seu símbolo atual é o ‘ct’ e é usado até hoje para pesar pedras lapidadas, diamantes e pérolas.

Já os kilates servem para definir a pureza do ouro. Não tem nada a ver com peso. É outro sistema utilizado que vai dizer quão valiosa é aquela pedra. Mas por que isso? O ouro, a prata e outros metais preciosos deste estilo utilizam ligas contendo diversos tipos de metais para ficarem mais resistentes e podem ser comercializados. Aí que o kilate entra. Ele vê a quantidade real de ouro que tem em uma peça de ouro. O ouro puro possui 24 kilates. Esse valor foi definido há muitos anos, pelo antigo imperador Constantino. Quando o metal tem presença de prata, cobre ou outros, o seu kilate diminui. O símbolo que representa a medida é o ‘k’ ou o ‘kt’. Para calcular os kilates do ouro é simples. Você pega o peso da pepita, barra, ou joia 24k e divide por 24. Ou seja, um ouro 18 kilates tem 18 partes de ouro e seis partes de outros metais.

Com essa primeira dica, já fica fácil saber se o ouro que você está adquirindo é puro ou não. Se for 24 kilates pode ter certeza que não há nenhum outro metal ali no meio dele. Se for menos que isso, é sinal que existe uma liga junto com o ouro. O problema de se comprar o ouro puro é que o 24 kilates é muito maleável, o que torna o metal impróprio para a fabricação de joias. Ele pode deformar e não fica bacana em uma peça.
O ouro nas joias

Agora que você já sabe como é definida a qualidade do ouro e como é feito o cálculo para saber da pureza dele, você precisa conhecer o que o mercado te oferece. Desde o ouro bruto, em pedra, até joias luxuosas, lapidadas e bem acabadas.

Veja abaixo uma lista com as possibilidades de ouro que você vai encontrar no mercado:

  • Ouro 24 quilates = ouro puro – teor de 99,99% de ouro.
  • Ouro 22 quilates = 91,6% de ouro.
  • Ouro 20 quilates = 83,3% de ouro.
  • Ouro 19.2 quilates = 80,0% de ouro.
  • Ouro 18 quilates = 75% de ouro
  • Ouro 16 quilates = 66,6% de ouro.
  • Ouro 14 quilates = 58,3% de ouro.
  • Ouro 12 quilates = 50% de ouro.
  • Ouro 10 quilates = 41,6% de ouro.
  • Ouro 1 quilate = 4,6% de ouro

Porém, essa medição não vai ser a única que você vai encontrar na hora de procurar sua joia. Muitas lojas usam, por exemplo, um número inteiro. Ouro 916, 833, 750. Este número tem a ver com a porcentagem de ouro que existe na joia, como você viu na lista acima. Um ouro 18k é a mesma coisa que o ouro 750, por exemplo.

E este é o ouro mais vendido no mercado. Com 75% do metal e 25% de ligas ele é o melhor que você vai poder comprar. Isso porque a proporção entre o ouro e os outros metais é excelente para um material forte, resistente e precioso. Além disso, o ouro continua com suas propriedades, como seu brilho majestoso e pode ganhar diversas cores.

A mudança de cores se dá por causa exatamente das ligas. Ouro mesmo é amarelo, mas você pode achar joias de ouro com diversas cores. As ligas dão essa vantagem de modificar a cor real da pedra na peça. Por isso há o ouro branco, o ouro vermelho e outras diferenciações. Não quer dizer que a cor é estranha que o metal não é ouro de verdade. Então, não pense que o vendedor está te enganando. Pode sim existir uma peça com ouro de verdade sem que seja amarela. Além de ser excelente na hora de variar o uso dos seus acessórios.

[products ids=”6871, 6109, 6105, 6101″]

O ouro 18 kilates ou 750 pode ser polido quantas vezes você quiser para voltar com o brilho característico dele. Sem falar que se for amassado, quebrado, ou qualquer coisa do tipo, é só consertar. Ele fica novo mais uma vez.

O uso do ouro 18 kilates é só vantagem. Sem dúvidas o melhor que você vai consumir em qualquer mercado de todo o mundo. Para saber qual a quantidade de pureza da sua joia, leve para uma joalheria e peça para o comerciante fazer o teste do ácido. Sua peça não vai sofrer nenhum desgaste e você vai saber o verdadeiro valor dela. O ideal é levar em várias joalherias. Todos sabem que nem todo mundo é confiável. Algumas pessoas podem mentir o valor do seu ouro para poder comprar mais barato do que ele vale realmente.

Os ouros com mais kilates que 18 têm o problema de também ser maleável demais. Podem deformar com facilidade, além de ser complicado o conserto da peça. Os que possuem menos que 18k têm muito pouco valor, além de poder oxidar rapidamente. Se sua peça começar a ficar avermelhada, pode saber que ela tem pouco ouro puro e muito cobre em sua composição.

Então não se enganem, meninas. Ouro para comprar em joalheria é 18 kilates. Ouro 24 kilates é puro sim, mas não tem como utilizá-lo em joias. Eles servem apenas como barras de ouro que valem mais do que dinheiro, como diria Silvio Santos.

Barras de Ouro – Quilate

O Brasil é um dos poucos países que usa como o ouro perfeito para joias o de 18 kilates. Nos Estados Unidos e Canadá a preferência é pelo 14k. No oriente médio, inxalá, a ostentação fica por conta do ouro 22 kilates. Na França e Japão eles usam valores muito fáceis de serem oxidados. 12, 10, até 9 kilates. Muito baixo, né? Aqui no Brasil, por exemplo, só é considerado ouro se tiver mais de 14 kilates.
Onde comprar ouro

As joalherias espalhadas pela sua cidade provavelmente vendem joias com ouro 18 kilates. É o essencial para uma loja de respeito. Porém, você pode encontrar ouro em diversas formas. Caso queira comprar a pedra e produzir uma peça única, um lugar é o mais indicado para você.

A Rua do Ouro na Praça da Sé, em São Paulo, é o principal local de vendas de ouro em todo o país. O nome já diz tudo, né meninas?! Lá você encontra tudo quanto é tipo de ouro. Em joias, pedras, pepitas e o que mais quiser. Um verdadeiro comércio especializado na pedra preciosa. Como se estivesse vivendo na época do quinto na história da mineração no Brasil.

São mais de 300 lojas na também conhecida como Rua Barão de Paranapiacaba. O endereço tem cerca de cem metros de extensão de toda e qualquer tipo de joia e semijoia que você quiser. Alianças, anéis, brincos, colares, pulseiras, relógios. O que não falta é opção para quem é apaixonado por ouro.

Além das lojas que você vai encontrar nas calçadas e vitrines lotadas de objetos brilhosos, a rua tem duas galerias com infinitas opções dentro delas. A Ubatuba e o Gold Shopping trazem diversas possibilidades para você escolher a peça que mais tem a ver com você. Há inclusive uma lenda que afirma o seguinte. “Quanto mais alto o andar, menor o preço e pior a qualidade”. Fica a dica para vocês.

[products ids=”5920, 5933, 6066, 6074″]

Mas nem tudo são flores na Rua do Ouro. Como você já pode ter observado em novelas e séries de televisão, essa rua é lotada dos famosos ‘puxadores’. Pessoas que insistem e muito para você entrar na loja que ele foi contratado para fazer ‘propaganda’. É muito chato. Mas mesmo com esse pequeno problema, é muito interessante conhecer o local. Além de ser o melhor lugar para se comprar ouro em todo o país.

Outro problema é que algumas lojas são acusadas de comprar ouro roubado. Há até uma fama de que todo ouro roubado em São Paulo vai para a famosa rua e é vendida principalmente por essas pessoas que te abordam durante seu passeio pelo local. Inclusive há afirmações de que muitas lojas não vendem com nota fiscal exatamente por o produto ser de origem criminosa. Não há nenhuma prova quanto a isso, mas caso você se preocupe com a procedência do seu produto é preciso estar atenta a esses dados.

Iphone de ouro – quilate

Apesar disso, diversas joalherias transmitem qualidade por onde passam. Veja abaixo sete lojas que são destaques na Rua do Ouro:

1 – Delova Gold Store

A joalheria só vende artigos em ouro e ouro branco. Peças feitas com outro metal precioso não entram lá. Você pode achar peças de 60 reais até de milhares. Tem opções para todos os gostos e bolsos. Então, é um lugar importante na sua visita à rua.

2 – João Justino Joias

Essa loja fica em uma das galerias que você vai encontrar na Rua do Ouro. O Prédio João Justino conta com diversas joalherias. A que leva o nome do prédio fica no segundo andar e é uma das mais tradicionais de toda a região. Atuam no ramo do ouro há mais 40 anos. São realmente conhecidos por todos que frequentam a rua. O diferencial da joalheria é que além das peças de ouro 18 kilates, você também vai encontrar itens em prata e folheados. Anéis de formatura são a especialidade da joalheria. Você encontra essas peças com valores entre 300 e 1000 reais. Uma dica é levar dinheiro vivo. A loja não aceita cartões. Mas, caso não tenha levado, no andar debaixo da galeria tem um caixa de banco 24 horas.

3 – Rommanel

A famosa joalheria conhecida no país inteiro não podia deixar de estar na Rua do Ouro. Afinal de contas, quem nunca viu uma propaganda da Rommanel com a Marina Ruy Barbosa, ou a apresentadora Ana Hickman? Alías, na qualificada rua você encontra duas lojas da marca. Lá você vai encontrar uma infinidade de possibilidades de joias. Tem brinco a partir de 60 reais e alianças por 90 reais.

4 – Super Pop

A empresa tem o mesmo nome do programa da Luciana Gimenez, mas não é dela não. A joalheria já tem quatro lojas , apesar de estar no mercado há apenas três anos. O sucesso se deve pelo fato de que a Super Pop fabrica as próprias peças. São mais de 300 possibilidades que você vai encontrar lá. O destaque fica por conta das alianças. São muitas peças com preço entre 500 e 4 mil reais. As peças são mais caras, mas é por causa da extrema qualidade delas. Todas são 18 kilates, como esperado.

5 – Taj 18k

É uma das principais joalherias da Rua do Ouro. Muito famosa por quem é visitante assíduo do local. A Taj 18k deixou de ser marca e virou sinônimo de qualidade. Se um produto é classificado como Taj 18k é sinal que ele tem boa procedência. Tem várias unidades pela rua, inclusive na galeria Gold Shopping. Vende diversas peças e têm investido muito em alianças de casamento. Sua comissão de frente é um anel de ouro com rubi que custa 2.600 reais. A joia é realmente incrível e linda. A loja também sempre oferece grandes descontos em determinadas épocas do ano.

6 – Vermont

Também famosa loja de joias foi aberta há pouco tempo na Rua do Ouro. Em 2015, resolveram investir no principal centro comercial de ouro do Brasil. A loja é estreita, mas muito bem arrumada e aconchegante. O carro chefe da empresa também são as alianças. A mais barata custa cerca de 500 reais. A vantagem é que você pode dividir em várias vezes no cartão de crédito.

7 – Scielo

Para finalizar, a loja que ficou conhecida por criar peças diferenciadas. A Scielo confecciona suas joias de forma personalizada. Ela trabalha com diversas tecnologias, como a impressão 3D. Além de um design de causar inveja em qualquer pessoa. O processo é bem simples. Você chega à joalheira, cita qual a sua ideia e ela é produzida ali, bem na sua frente. Não é o máximo?! Os principais produtos da loja são anéis de formatura e para debutantes. As peças saem por valor médio de 1900 reais. Preço pode parecer salgado, mas a qualidade do trabalho merece o valor que é cobrado.

A Rua do Ouro é praticamente um lugar místico. Com muito dourado, muito brilho e muita agitação, você vai encontrar a peça que procura lá com toda a certeza. Dos preços mais baratos aos mais caros. Tem opção para todos os gostos. Você vai se espantar com os valores baixos que vai encontrar em determinadas joalherias. Existem, por exemplo, brincos pequenos de ouro verdadeiro 18 kilates por apenas 30 reais. Não é brincadeira. É muito real.

Alianças de ouro – quilate

Tente não se irritar com as pessoas que te abordam. É muito chato, mas é o trabalho delas. Ouro, dinheiro, riqueza tem muito a ver e isso transforma o ambiente que se vende peças assim em um local de muito comércio e muita briga, no melhor sentido da palavra, para ver quem leva o cliente.

Já deixe a dica para seu marido ou namorado. Na hora que quiser te presentear, a Rua do Ouro é uma excelente opção. Caso prefira não sair de casa e queira investir nas belas e maravilhosas semijoias, a Waufen está aqui para te ajudar também.

O ideal é estar sempre linda, se sentindo bem e com a autoestima lá em cima. É muito importante variar nas peças e no que se usa. Por isso, a Waufen valoriza a mulher e suas escolhas. Usar semijoias é muito bom para você, mas um ouro de 18 kilates não faz mal a ninguém.

Bracelete de ouro – Bulgari

Então, aproveite as condições e possibilidades que vai encontrar na Rua do Ouro. Com todas essas dicas que a Waufen te deu hoje, você vai saber muito bem escolher uma peça sem ser enganada por vendedores maldosos e criminosos. Então, fique atenta e faça o melhor negócio para você e para o seu bolso.

Até a próxima, meninas!

Posts recentes

Turmalina Paraíba – 7 Celebridades que Usaram a Gema

O rubi, a safira e a esmeralda já são utilizados com frequência nas joias. Afinal,… Read More

dezembro 28, 2020

Filhas do Silvio Santos – Conheça As 6 Filhas do Apresentador

O apresentador Silvio Santos estrela há anos nas telas do SBT. Porém, somente nos últimos… Read More

dezembro 14, 2020

Saia da moda – esses estilos vão encantar você!

Quando falamos em saia da moda você pode escolher entre modelos plissados, modas de verão… Read More

outubro 28, 2020

Sandálias femininas 2020: as mais confortáveis para o tempo quente

Se você está saindo de férias ou vai a uma festa de verão, as sandálias… Read More

outubro 28, 2020

Calça xadrez feminina em uma versão estilosa – Como usar?

Calça xadrez feminina são uma escolha atemporal, mas nem sempre fácil de estilizar. Sem dúvida,… Read More

outubro 28, 2020

Tudo sobre Selton Mello: ator, dublador e diretor

Selton Mello é bastante conhecido por seus diversos prêmios, além de seus papéis em filmes, novelas… Read More

outubro 28, 2020