Diamante de sangue – não aos diamantes, sim às zircônias

  FRETE GRÁTIS WAUFEN 1

Eles são famosos no mundo inteiro por terem sido usados para financiar guerras e conflitos na África. O diamante de sangue continua sendo causa do sofrimento de muitas pessoas no continente. Nos anos 90, o lucro das vendas dos diamantes de sangue foi usado para financiar a guerra civil em Angola. O conflito terminou em 2002 contabilizando cerca de 500 mil mortes.Então, a exploração humana que ocorre na Angola e em outras regiões do continente africano não é nem um pouco necessária. Apesar de o país ter assinado um tratado para comprovar que as pedras vendidas estariam “livres de violência”, os abusos nos campos de extração continuam até hoje. Denúncias de maus-tratos com cabos de fuzil, machados e outras armas são comuns, e muitas vezes acabam resultando em mortes.


diamante de sangue na africa

O que é diamante de sangue?

É chamado diamante de sangue, quando a pedra é proveniente de uma zona de guerra, como no caso da Angola citado acima. Se as gemas vem dessas regiões, provavelmente elas foram extraídas sob trabalho escravo. Senhores de guerras e grupos insurgentes vendem os diamantes para financiá-los. Entretanto, escravizam pessoas, por isso os direitos humanos não são levados em consideração, na hora da exploração das regiões onde ficam os diamantes.

Processo de Kimberley

Em 2003  foi estabelecido o Processo de Kimberley, onde a preocupação é declarar a procedência do diamantes. A partir desse processo, a gema deve ganhar certificado de que não foi extraída de zonas de conflito e escravidão. Entretanto, algumas organizações questionam até hoje os procedimentos dessa certificação que é considerada falha. Portanto, um diamante que possua esse certificado nem sempre é uma pedra que veio de uma extração justa com condições de trabalho apropriadas.

Livro que denuncia diamante de sangue

O motivo para os espancamentos é a recusa dos camponeses em pagar propinas para soldados e capatazes. O jornalista angolano, Rafael Marques, publicou um livro em 2011 em que fala sobre o assunto. Na obra, ele detalha mais de 600 casos de tortura em apenas duas regiões do país.

FRETE GRÁTIS WAUFEN 1

Então, em entrevista ao Daily Mail, ele disse que os membros das comunidades temem os soldados. Muitas pessoas são mortas, e outras são agredidas tanto física quanto psicologicamente. Após a publicação de seu livro, Marques foi acusado de difamação pelos generais donos das minas de diamantes da região. Ele está enfrentando processo e pode ser condenado a pagar cerca de R$ 4.800 em indenizações se for condenado.

diamante de sangue na africa

Marques recolheu depoimentos de diversos torturados angolanos. Um homem relatou ao jornalista ter sido forçado a ficar de joelhos em cima de pedras. Além disso, ele teve que olhar diretamente para o sol por duas horas. Outras vítimas relataram ter presenciado assassinatos bárbaros.

Filme Diamante de Sangue

Em 2006, foi lançado o filme Diamante de Sangue estrelado por Djimou Hounson, Leonardo DiCaprio e Jennifer Connelly. O filme conta de forma comovente a história de dois homens que se unem para encontrar um diamante valioso. O cenário é a guerra civil de 1990 que se passa na Serra Leoa. A partir da narrativa dá para compreender os impactos sociais e econômicos que os diamantes provocam nos personagens.

Zirconias como alternativa aos diamantes

Nós da Waufen lamentamos muito ainda pelo fato de ter exploração de pessoas para extração de diamantes. Por isso, apoiamos totalmente o uso de bijuterias finas e semijoias, pois acreditamos em um mundo melhor, com menos diferenças sociais e menos sofrimento.

Hoje as semijoias estão tão semelhantes às joias que não há mais necessidade de se comprar uma peça com um alto valor agregado para ir a eventos ou até mesmo utilizá-las no dia a dia. Além do fato de ser um acessório bem mais seguro que a joia propriamente dita e poder ser adquirida por um preço muito mais acessível.

As zircônias estão cada vez mais parecidas aos diamantes, tanto em relação ao brilho quanto na qualidade. Além disso, a cravação da zircônia ao metal dá ainda mais impressão da peça ser realmente uma joia.

Então, por isso questionamos: vale a pena ter um objeto tão caro a custa de tanto sofrimento?

Fonte: dailymail.co.uk

FRETE GRÁTIS WAUFEN 1