A evolução dos anéis de noivado nos últimos 100 anos

 

As tendências no mundo da moda vão e voltam, dependendo de algumas elas até desaparecerem, mas uma coisa no mundo dos acessórios e jóias é certa: os diamantes são para sempre! Passam-se anos e eles continuam sendo um dos maiores objetos desejo de toda mulher.solitario corte radiante

No entanto, isso não significa que com o tempo eles não passem por alguma reformulação ou certas mudanças, seja na cor, no corte, no modelo ou no estilo.. E isso tudo para fazer parte daquele anel de noivado tão esperado pelas mulheres! rs

Buscamos um vídeo super interessante e bastante ilustrativo feito pela Mode que mostra alguma das mudanças dos anéis solitários nas últimas 10 décadas. A mudança vem desde a caixinha para guardá-lo até o modelo do solitário em si. Alguns solitários mais novos mostram alguma similaridade com anéis de noivado antigos…

Então, vale a pena ver o vídeo!

Evolução dos anéis solitários conforme as décadas:

1890-1900: O anel de noivado clássico com diamante: o corte do diamante é redondo e antigo e o diamante é cravejado por 6 garrinhas. Hoje em dia isso já virou bastante obsoleto e geralmente os anéis costumam ter de 2 a 4 garrinhas no máximo. Os anéis eram feitos em ouro amarelo 14k ou 18k.

1900-1920: Um anel já bem mais robusto, em formato de laço cravejado por alguns diamantes brancos. Esse período compreendeu a Era Eduardiana. Essa foi a época em que Edward VII era o rei da Inglaterra e compreendia o período entre o início e o término da Primeira Guerra Mundial. Nesta época, a maioria das jóias eram feitas de platina porque o metal era mais fácil para ser utilizado nos intrincados desenhos da época, que faziam referências à renda e que tinham motivos de laços, fitas, flores e folhas…

[ux_custom_products cat=”aliancas-e-solitarios/” products=”” columns=”4″ title=”Alguns de nossos modelos alianças e solitários”]

1920-1930: Anéis de noivado influenciados pela Art Deco: anéis mais modernos com diamantes em um corte também mais moderno. A art Deco apresenta-se de início como um estilo luxuoso, destinado à burguesia enriquecida do pós-guerra. As joias deste período possuíam características mais modernas e cheias de voltas e desenhos.

anel solitario

1930-1940: A introdução do ouro branco deu-se no final dos anos 20, o estilo da Era Eduardiana retorna às joalherias e os solitários possuem características deste período somado a um pouco das tendências da Art Noveau ou Art Deco.

1940: Nesta época, anéis feitos em ouro amarelo e ouro rose eram mais usados do que o ouro branco.

1945: Foi o período durante a Segunda Guerra Mundial. Os solitários eram chamados de “War Bride Ring”. Nesta época os anéis de noivado eram super escassos, pois com a Guerra, os metais preciosos e outros artigos da joalheria sofreram racionamento. Portanto, as mulheres que recebiam dos maridos que serviam o exército eram consideradas sortudas.

formatos cortes diamante
Diferentes cortes ou formatos de diamantes

1950-1960: Nesta época o ouro branco e a platina voltam a reinar entre os modelos mais preferidos entre as mulheres no pós guerra. O corte redondo de diamantes retorna e alguns modelos levam outros diamantes redondos em torno do diamante maior.

1960-1970: A platina continua sendo a escolha mais forte entre os modelos de metais preciosos neste período. Além disso, os diamantes em corte retangular (esmeralda) ficam em alta, também surgem nesta época os diamantes em formato de coração, o corte pera (gotinha) e também o famoso corte marquesa.

anel noivado kelly clarkson
Anel noivado Kelly Clarkson e Brandon Blackstock – modelo diamante Halo que está super em alta nos dias atuais em diamante canário amarelo e diamantes brancos

1970-1980: Modelos em ouro amarelo e rose ficam em alta novamente, cravejados por diamantes com formatos luxuosos e diferentes, além disso, os anéis solitários acompanham as alianças cravejadas com diamantes.

1980-1990: Surge nesta época os diamantes baguetados. Anéis solitários com diamantes deste estilo ficam super em alta.

1990-2000: “Radiant-cut” ou o corte radiante torna-se o modelo de diamante mais chique da época, principalmente se esse vier acompanhado de pedras com cortes triangulares em cada lado.

A cantora Iggy Azalea recebeu de Nick Young um modelo de solitário também Halo, em diamante canário que custa mais de USD 500,000.00
A cantora Iggy Azalea recebeu de Nick Young um modelo de solitário também Halo, em diamante canário que custa mais de USD 500,000.00

 2000-2010: “Princess-cut” ou o famoso corte princesa (quadrado) torna-se o anel solitário mais luxuoso e requisitado deste período.

2010-2015: Nos dias atuais, muitas celebridades tem dado preferência ao corte de diamante chamado de “Halo” (auréola). Este modelo compreende algo entre o oval e o retangular. A sensação do momento é ganhar solitários com pedras chiquérrimas e carérrimas em tons coloridos.